Plástico, o vilão do meio ambiente

Garrafa pac

Rafael Nonemacher

No século 21, um dos maiores desafios possui nome: Plástico, como acabar com esse vilão que está destruindo o meio ambiente

Temos um vilão imparável, atuando constantemente para destruir o meio ambiente, matar os animais e poluir nosso planeta. Seu nome é plástico, um dos materiais mais nocivos já inventados.

Primeiramente, seu processo de produção é devastador. Salve algumas ligas de plástico, derivados de material renovável, a imensa maioria é feita a partir da extração de Petróleo, um recurso não renovável com alto impacto ambiental e que se não for extraído corretamente, pode acarretar em tragédias, como o Desastre Do Golfo.

O plástico dificilmente é separado da maneira correta. Sendo assim, é comum vermos cenas onde a população joga garrafas de água, lacres de alimentos e embalagens no chão. Infelizmente, o destino mais comum após ser jogado no chão é ir para rios e oceanos, contaminando toda a vida marinha, matando animais e intoxicando a água. Além disso, ao ser queimado, libera diversos gases tóxicos.

Estudos recentes mostram que o plástico leva cerca de 200 anos para desaparecer, isso é muito, muito tempo, principalmente se levarmos em conta a quantidade que é produzida.

Mas por que o plástico demora tanto para se decompor?

 

A principal razão, é por que o meio ambiente ainda não sabe se livrar dele. Como é um elemento recente, bactérias e fungos ainda não conseguiram se adaptar para fazer a decomposição.

Por um lado mais químico, cada molécula de plástico possui centenas de milhares de átomos, principalmente carbono e hidrogênio. Como essas ligações são muito estáveis, os decompositores ainda não conseguem quebrar essas cadeias. Com a evolução, eles certamente vão se adaptar, mas isso levará milhões de anos.

NÃO TEMOS ESSE TEMPO

Um dos maiores problemas do descarte do lixo doméstico é: Para onde vai o lixo? Na verdade, para a maioria da população, pouco importa, já que vai para “Algum lugar”. Acontece que esse lugar, muitas vezes são lixões a céu aberto, estomago de animais que confundem com comida ou oceanos.

Aliás, os oceanos estão sendo os mais afetados. Anualmente, são jogadas cerca de 8 toneladas de plásticos nos rios, mares e oceanos, sem contar os micro plásticos, que intoxicam os peixes. Se nada for feito, até 2025 a quantidade de plásticos nos oceanos vai triplicar.

Em 2018, estimasse que 50% de todas as tartarugas que chegam as praias arrastadas, estão lá por problemas de saúde causados pelo plástico, sem falar dos peixes que ficam presos em lacres quando são filhotes ou animais que comem sacolas pensando ser alimento, criando imagens brutais e tristes de se ver.

Felizmente, muitos países estão entrando na luta contra o plástico, como a França, Reino Unido, Alemanha. Criando leis que proíbem a comercialização de produtos plásticos que não sejam biodegradáveis ou banindo totalmente o componente.

Como no Brasil não temos leis que fiscalizam o plástico, precisamos nos adaptar.  O PACSCRAP é uma das ferramentas mais práticas e simples para se fiscalizar o seu descarte, dando dicas para separa-lo corretamente e possibilitando sua reciclagem correta.

Se for uma garrafa de refrigerante ou qualquer outro alimento, lave ela com água e sabão, assim facilitará a vida dos catadores e recicladores. Coloque em lixeiras e sinalize o descarte.

Seguindo estas etapas, você irá poupar a vida de muitos animais marinhos, contribuir para o trabalho do catador e passar uma mensagem para as empresas e governos: O plástico precisa ser proibido.

Junte-se a nós, compartilhe esse conteúdo no seu Facebook. Acompanhe nosso blog para mais dicas sobre como você e sua empresa podem se tornar mais sustentáveis. Nos siga nas redes sociais, postamos dezenas de conteúdo, notícias sobre o meio ambiente, dicas sobre como lidar com os problemas do lixo em sua empresa, separação de resíduos e muito mais.

Gostou? Compartilhe!

PACSCRAP.COM – Todos os direitos reservados.

Rua Flores da Cunha, 2205 – Caxias do Sul

(54) 3039.0584
(54) 99900.9778 – Whatsapp

Uma empresa OSucateiro.com